A importância da postura para a fala em público

A postura reflete o estado emocional e até a personalidade da pessoa. Apresentar uma boa postura demonstra uma impressão de seriedade, confiança e autoestima, por outro lado, a má postura pode transmitir tristeza, baixa autoestima e indignidade.
A seguir, descrevo algumas sugestões para seguir e ter melhores resultados em sua próxima apresentação:
– Procure se apresentar com uma postura ereta
– Evite apoiar-se apenas sobre uma das pernas e procure não deixá-las muito abertas ou fechadas. É importante que se movimente diante dos ouvintes para que realimentem a atenção, mas esteja certo de que o movimento tem algum objetivo, como por exemplo, destacar uma informação, reconquistar parcela do auditório que está desatenta, etc.
– Cuidado com a falta de gestos, mas seja mais cauteloso ainda com o excesso de gesticulação.
– Procure falar olhando para todas as pessoas da platéia, girando o tronco e a cabeça com calma, ora para a esquerda, ora para a direita, para valorizar e prestigiar a presença dos ouvintes, saber como se comportam diante da exposição e dar maleabilidade ao corpo, proporcionando, assim, uma postura mais natural.
– O semblante é um dos aspectos mais importantes da expressão corporal, por isso dê atenção especial a ele. Verifique se ele está expressivo e coerente com o sentimento transmitido pelas palavras. Por exemplo, não demonstre tristeza quando falar em alegria.
– Evite falar com as mãos nos bolsos, com os braços cruzados ou nas costas. Também não é recomendável ficar esfregando as mãos, principalmente no início, para não passar a idéia de que está inseguro ou hesitante.
Espero que aproveitem essas dicas e as utilizem em sua próxima apresentação.

Deixe uma resposta